Revertendo atualização para o Windows 10

Windows 10 Update

Se a atualização para o Windows 10 ocorreu há menos de um mês, você pode desfazer facilmente a atualização e voltar para sua versão anterior do Windows acessando Configurações > Atualização e Segurança > Recuperação e selecionando a opção Desfazer atualização e voltar para o Windows 7

Esse processo não afetará seus arquivos pessoais, mas removerá todos os aplicativos instalados após a atualização para o Windows 10.

Leia Mais

Mais de 70 álbuns de graça no Google Play Music!

Musicas grátis na Google Play Music
Musicas grátis na Google Play Music

Google Play Music, serviço de streaming de áudio e venda de álbuns do Google, está disponibilizando mais de 70 álbuns de diversos estilos musicais de forma gratuita, em diversos estilos, de músicas de Natal até Metal.

Para fazer concluir o pedido é necessário cadastro de um cartão de crédito válido, mesmo que o custo seja zero.

Rock

Metal

Leia Mais

Você carrega o seu celular de forma correta?

celular com pouca bateria

É verdade que as baterias são más, pois os telefones têm evoluído muito e as baterias muito pouco. E todos sabemos disso, pois geralmente quase não duram um dia inteiro de funcionamento!

Mas em parte também a culpa é nossa, porque quase sempre carregamos os nossos smartphones de forma errada. Muitos usuários têm a ideia que carregar os telefones aos poucos “vicia” e mais vale carregar quando estiver quase morto e carregar tudo de uma vez, que faz melhor à saúde da bateria.

Quem o diz é um site de uma empresa canadiana especializada em baterias, a Cadex. Esta empresa no seu site tem uma área dedicada a explicar alguns fenômenos que muitas vezes desconhecemos e que os 35 anos de experiência da empresa no ramo permitem trazer a público.

A área chama-se Universidade das Baterias e detalha, por exemplo, como as baterias de íons de lítio nos nossos smartphones são sensíveis às suas próprias versões de “stress”. E, tal como acontece com os seres humanos, o aumento de stress pode prejudicar a longevidade da própria bateria.

Se quiser ter a sua bateria todo o dia a fornecer energia ao smartphone sem qualquer problema e sem qualquer reserva para poder usar o que precisar, vai ter de mudar alguns hábitos, segundo os especialistas.

carregando celular

Desligar da energia a bateria quando esta estiver totalmente carregada!

Uma outra observação muito importante é sobre uma mania que muitos usuários têm, em deixar o smartphone ligado à energia mesmo após uma carga completa. Isso provoca uma altíssima tensão nos compostos internos desgastando os a própria bateria em si, pelo tal stress causado aos compostos químicos no interior da mesma.

Para minimizar este problema, existem carregadores mais inteligentes que, com auxílio do sensor de carga, apenas é encaminhada carga para a bateria no caso de a capacidade ser inferior a determinado valor, na maioria dos casos abaixo de 95%. Se no seu dispositivo, quando ligado continuamente ao carregador, a bateria se mantém muitas horas com 100%, então provavelmente encontra-se sob o stress descrito anteriormente.

Então não devemos carregar até aos 100% da capacidade?

De acordo com os dados dos fabricantes de baterias e com os dados recolhidos da utilização de baterias modernas que usamos nos smartphones, as baterias de íons de lítio não precisam de ser totalmente carregadas. Aliás, nem é recomendado fazê-lo. Na verdade, é melhor não carregar totalmente, porque manter a bateria em alta tensão nos 100% (que é o que acontece na maioria das vezes quando colocamos os dispositivos a carregar) cria um stress desnecessário.

Parece contraditório? Sim, de fato parece, então se estamos a tentar manter o nosso smartphone carregado para um dia, não o devemos carregar totalmente e usar até acabar? Afinal parece que o melhor é carregar sempre que possamos, aos poucos, à medida que tenhamos uma tomada à disposição.

“Li-ion does not need to be fully charged as is the case with lead acid, nor is it desirable to do so. In fact, it is better not to fully charge because a high voltage stresses the battery. Choosing a lower voltage threshold, or eliminating the saturation charge altogether, prolongs battery life but this reduces the runtime. To achieve maximum runtimes, most chargers for consumer products go for maximum capacity; extended service life is perceived less important.”

Baterias Li-ion não precisam de ser totalmente carregada, como é o caso com ácido e chumbo, nem é desejável fazê-lo. Na verdade, é melhor não carregar totalmente, porque uma alta tensão salienta a bateria. A escolha de um limiar inferior de tensão, ou eliminar a carga de saturação por completo, prolonga a vida da bateria, mas isso reduz o tempo de execução. Para alcançar tempos de execução máximo, a maioria dos carregadores para produtos de consumo vão para uma capacidade máxima; vida útil prolongada é percebida menos importante.

bateria externa

Ligue o telefone à energia sempre que puder

Parece que afinal as baterias dos smartphones são mais felizes se forem carregadas ao poucos do que carregadas até à carga máxima. São mais felizes se forem carregadas ainda com pouca energia do que quando estão sem carga nenhuma.

O ideal, segundo se pode ler nos estudos da Universidade da Bateria, é que o melhor cenário para aumentar a longevidade da bateria seria carregar quando esta perde 10% da sua carga. Obviamente que isso não é possível nem prático, assim, a sugestão é que a carregue sempre que possa. Está correcto carregar várias vezes ao dia.

Esse comportamento não só otimiza o desempenho da bateria como também dá ao seu smartphone energia para ser usado muito mais tempo. Faz sentido!

Mas há mais. O fato de carregar várias vezes ao dia permite-lhe usar recursos que consomem mais a energia das baterias, como o GPS e todas os aplicativos que fazem uso de localização. A antena do GPS é a campeã a drenar as baterias e se tiver o hábito de carregar em pequenos períodos por dia, pode usar o GPS porque vai conseguir recarregar a carga que acabou de perder.

Leia Mais

Wix, o jeito fácil de criar um site grátis na web

O Wix, para quem ainda não conhece, é uma plataforma online de criação e edição de websites em HTML5 e versões mobile (para tablets e smartphones) de uma forma super fácil, para que ninguém tenha mais desculpas de não ter um blog ou site por conta de não saber programação. Tudo no estilo “faça você mesmo”. Só para se ter uma idéia, já são mais de 72 milhões de usuários em todo o mundo.

A ferramenta oferece centenas de templates totalmente customizáveis para você escolher e usar como modelo para sua página na Internet, com base no seu gosto ou tipo do negócio.

Centenas de templates em HTML5 totalmente customizáveis em diversas categorias. Escolha o seu preferido e crie um site totalmente original.
Centenas de templates em HTML5 totalmente customizáveis em diversas categorias.

E o Wix conta agora com um novo editor de sites, com um visual moderno, mais funcional e diversos recursos para facilitar ainda mais a criação de sites, como recursos de arrastar e soltar, editor de imagens, e muito mais. Confira as principais novidades no vídeo a seguir:

O novo editor Wix permite que você customize seu site da maneira que mais preferir. É possível mudar a posição, a cor, cortar, mexer na escala, alinhar, copiar, arrastar e soltar qualquer elemento em seu site simplesmente usando a opção escolher e clicar. São centenas de elementos que você pode escolher, tais como botões, menus, faixas, planos de fundo, banners, formas, galerias e dezenas de outras opções impressionantes. Tudo para deixar o seu site mais atrativo.

Confira alguns dos recursos a seguir, onde experimentei criar um web site no modelo biografia, usando um tema de currículo:

  • Galeria de imagens

galeria

  • Inserindo vídeos

video

  • Anexando documentos, como imagens, arquivos de som ou documentos, como por exemplo meu currículo em formato pdf para download.

uploads

Caso você deseja ainda adicionar um blog, para postagens de conteúdo em seu website pessoal, e ainda manter sua página incial com uma apresentação pessoal, o Wix ainda possui uma ferramenta para isso. Basta clicar na ferramenta Blog no menu do lado esquerdo para que o layout seja adaptado ao novo formato, exibindo as publicações e links para destaques, comentários, redes sociais e etc.

blog

Eu confesso que me surpreendi com o novo Editor do Wix. São milhares de possibilidades para qualquer usuário com pouco ou nenhum conhecimento em programação possa criar um bom website.

E você, está esperando o que para colocar a mão na massa e criar um site pessoal, blog ou uma lojinha virtual para os itens de artesanato daquela sua tia?

Leia Mais

150 filmes para assistir no YouTube gratuitamente

The Paramount

Paramount, um dos maiores estúdios de cinema criou há cerca de 3 semanas um canal próprio no youtube, onde disponibiliza centenas de filmes grátis para todo mundo! Um total de 150 filmes de diversos gêneros para você assistir de graça e sem sair da sua casa.

Veja alguns títulos:

The Paramount

O canal The Paramount Vault tem ganhará em breve uma quantia de filmes ainda maior, para todos os gostos e idades.

Para assistir os filmes basta acessar o canal logado em sua conta do YouTube/Google.

Leia Mais

XtraFinder, TotalFinder e o OS X El Capitan

XtraFinder

Após a atualização do OS X para a versão 10.11 El Capitan na última semana, eu fiquei um pouco chateado pois um dos meus add-ons favoritos para o sistema da maçã, o XTraFinder,  havia parado de funcionar – Se você não conhece, você não sabe o que está perdendo..

Algumas das funções adicionadas pelo XtraFinder
Algumas das funções adicionadas pelo XtraFinder

TotalFinder é um aplicativo semelhante que apresenta as mesmas funcionalidades.

Visitei o site e vi que o aplicativo era compatível com a nova versão do OS X. Fiz novamente o download, instalei e nada de funcionar. Fiquei intrigado e resolvi pesquisar um pouco a respeito e descobri que ele não estava funcionando normalmente devido a uma nova proteção do El Capitan, que não permitia sua inicialização.

Pesquisei mais um pouco e vi que é possível desativar essa proteção e de uma maneira bem simples:

  1. Reinicie o seu sistema operacional e pressione CMD+R para iniciar em modo de recuperação;
  2. Vá em Utilitários > Terminal e digite o comando “csrutil disable” (sem as aspas, é claro);
  3. Reinicie normalmente o OS X;
  4. Caso o Xtrafinder não seja iniciado, basta reinstalar e começar a utilizar. No meu caso, ao reiniciar o XtraFinder já estava ativo normalmente.

Aproveite os recursos e compartilhe essa dica com seus amigos!

Leia Mais

Como fazer upgrade e root de dispositivos Nexus para Android 6.0 sem perder seus dados

android-Marshmallow

Veja através desse tutorial como você pode atualizar o seu aparelho da familia Nexus para o Android Marshmallow 6.x com imagens oficiais do Google sem perder seus aplicativos ou arquivos da memória interna de seu aparelho (sdcard).

Este tutorial vale para Nexus 5, Nexus 6, Nexus 7 2013 (Wi-Fi) e Nexus 7 2013 (3G), Nexus 9 (Wi-Fi) e Nexus 9 LTE, Nexus Player. No meu caso eu realizei a instalação em um Nexus 5, portanto usarei os nomes para esse aparelho como referência nos procedimentos abaixo.

Mas para isso é necessário que você já tenha o seu bootloader desbloqueado. Se você nunca desbloqueou o seu bootloader, não é possível fazer isso sem perder seus dados. Infelizmente.

Antes de mais nada, não nos responsabilizamos por quaisquer problemas que venham a ocorrer durante ou após a realização dos procedimentos abaixo. E lembre-se que estas alterações resultam em quebra da garantia do seu aparelho, ok?

Instalando o fastboot

O primeiro passo é instalar o fastboot em seu computador, esteja ele com sistema operacional Windows, Mac OS ou Linux.  O fastboot é um utilitário do Google para atualizar o sistema de arquivos em dispositivos Android, processo também conhecido como Flash. É também utilizado para instalação de “custom recoveries” como TWRP ou CWM.

A forma padrão de se obter o fastboot é instalando o Google Android SDK, mas você pode baixar apenas as ferramentas que nos interessam (fastboot e ADB) nos links abaixo:

Windows: http://developer.android.com/sdk/index.html#Other
Mac/Linux: http://code.google.com/p/adb-fastboot-install/

Usuários de Windows também precisam fazer download e instalar estes drivers: http://developer.android.com/sdk/win-usb.html

Download da imagem de fábrica

Faça o download da versão mais recente da imagem de fábrica para o seu Nexus 5 em https://developers.google.com/android/nexus/images#hammerhead. Ao final do download, descompacte o arquivo e abra a pasta criada. Descompacte também o arquivo “image-hammerhead-*.zip”.

Você terá então algo semelhante a isso:

android 6.0

Com o ADB e fastboot instalados e arquivos baixados, vamos iniciar o processo.

Flash!

Conecte seu telefone ao computador via USB, e acesse o bootloader no seu aparelho. Você pode entrar no bootloader pressionando simultaneamente os botões de diminuir o volume e Power. Ao iniciar o bootloader, você já pode soltar os botões.

Bootloader
Bootloader

Vá agora ao Prompt de Comando (Windows) ou Terminal (Mac ou Linux) e acesse o diretório/pasta onde os arquivos que você baixou estão localizados:

Note que, todos os comandos entre <> você deverá substituir pelo caminho/nome do arquivo na sua pasta ok?

  • cd </caminho/para/arquivos>
  • fastboot flash bootloader bootloader-hammerhead-hhz12k.img

Reinicie o bootloader. Ao retonar tela novamente, repare que a versão do bootloader será a mesma presente no nome do arquivo informado no comando anterior.

  • fastboot flash radio radio-hammerhead-m8974a-2.0.50.2.27.img
  • cd <image-hammerhead-mra58k>
  • fastboot flash boot boot.img
  • fastboot flash cache cache.img
  • fastboot flash system system.img

Atenção: Se você não usa um sistema de recuperação customizada como  TWRP ou CWM, então você deve ainda executar o comando abaixo:

  • fastboot flash recovery recovery.img

Caso apareça a mensagem “target reported max download size of 1073741824 bytes”, não se preocupe. Apenas aguarde e deixe o processo ser finalizado.

Ao final basta reiniciar o smartphone já com o Marshmallow.

Não se assuste com o tempo do primeiro boot após a atualização. Chega a demorar cerca de 5 a 10 minutos se o update for realizado a partir do Android 5.0 ou 5.0.x, e quase 20 minutos se você estiver atualizando do Kitkat.

Aplicativos para Android | Jogos para Android

Como fazer Root no Android 6.0 Marshmallow

Antes de prosseguir com o processo de Root, faça download dos seguintes arquivos:

Kernel modificado: download

TWRP (ou CWM, caso prefira): download

SuperSU: download. Após o download copie o arquivo ainda em formato .zip para uma pasta no seu aparelho.

Após a finalização da instalação/atualização do sistema Android em seu aparelho, desligue-o e reinicie seu dispositivo segurando os botões Power+Tecla de volume para baixo para acessar o Bootloader.

Para instalar o Kernel modificado (basicamente uma versão “rootável” do kernel padrão, sem modificações) use o Terminal ou Prompt de Comando, insira o comando:

  • fastboot flash boot boot.img

Quando finalizado, reinicie novamente o seu aparelho no bootloader e escolha agora a opção Recovery. 

Lembre-se que para este passo é necessário já ver instalado o TWRP ou CWM. Caso não tenha, instale através do Terminal, executando o comando:

  • fastboot flash recovery twrp.img

Acessando o TWRP, instale o SuperSU através do botão Install e selecione o arquivo que você baixou e copiou para o aparelho.

Aguarde a instalação ser concluída e reinicie o seu aparelho já com permissões de Root.

Obs: Este procedimento foi realizado por mim em um aparelho Nexus 5. Não me responsabilizo por quaisquer danos que uma instalação errada possa causar em seu dispositivo.

Leia Mais