Android: Perguntas & Respostas

Android

Confira algumas das mais comuns perguntas e suas respostas sobre a plataforma Android, da Google, que vêm crescendo a cada dia que passa.

1 – Qualquer aparelho pode receber atualização de sistema?

Depende. Pois quando o Google anuncia o lançamento de uma nova versão, são os fabricantes que decidem quais aparelhos poderão ser atualizados e como os usuários terão seus celulares atualizados, ou seja, como será feito o update. Algumas fabricantes liberaram os arquivos diretamente no site para que o próprio usuário faça download do novo firmware e outras já preferem enviar automaticamente para o usuário (processo conhecido como OTA – over the air), em parceria com as operadoras.

2 – Por que os updates do Android não são feitos da mesma forma que no iPhone, onde todos podem atualizar ao mesmo tempo?

A data de lançamento das atualizações do iOS (antigo iPhone OS) é estabelecida pela Apple depois de teste com todos os modelos de aparelhos que ela possui. No caso do Android os fabricantes é que controlam o processo, pois há uma grande quantidade de marcas e modelos que devem ser testados um a um para saber se o hardware do aparelho irá suportar uma nova versão e garantir que todas os recursos estejam funcionando bem. Por isso quando alguns modelos recebem atualização, já existe outra mais recente disponibilizada. Somente o Nexus One, vendido para desenvolvedores nos EUA, recebe atualizações quase instantâneas via OTA. O Androir 2.2 (Froyo), por exemplo, foi lançado no fim de junho e até agora nenhum modelo vendido no Brasil recebeu esta atualização (atualização oficial é claro).

3 – Há diferença entre aparelhos bloqueados e desbloqueados?

Não! Aparelhos desbloqueados, mesmo se comprados no exterior, podem receber atualizações do sistema se elas estiverem disponíveis. Não há bloqueio de funções, como ocorre com o iPhone. Mesmo quem tem o smartphone com Android bloqueado não é obrigado a instalar apenas aplicativos oferecidos no Android Market. É possível transferir um arquivo .apk para o telefone via cabo USB (ou baixando diretamente da Internet para o aparelho) e executá-lo. Nesses casos, contudo, problemas causados pelos programas são de inteira responsabilidade do usuário.

4 – Vale a pena manter um aparelho com versão antiga?

Depende. Aparelhos com hardware menos potente não conseguiriam ter bom desempenho ao rodar versões recentes do Android, como a 2.1 e a 2.2. Em smartphones mais novos, no entanto, é melhor fugir de versões antigas do Android, como a 1.6 pois elas não aproveitam todo o potencial desses aparelhos.

5 – Existe uma freqüência de atualizações do Android?

Não existe muita regularidade no lançamento de novas versões. Desde que o primeiro aparelho com Android chegou às lojas, em outubro de 2008, o sistema passou por quatro grandes atualizações: 1.5 (Cupcake), 1.6 (Donut), 2.0/2.1 (Eclair) e 2.2 (Froyo). Em média, o Google tem anunciado novas versões do Android duas vezes por ano, mas nem sempre os fabricantes conseguem acompanhar o ritmo e liberar para o usuário final (lembra do item 2?).

6 – É verdade que versões mais novas aumentam o consumo de bateria?

Isso depende da atualização e do modelo do seu aparelho. A correção de algum bug pode melhorar o desempenho, o que iria consumir mais bateria. Atualizações de sistema geralmente trazem novos recursos e deixam os aplicativos rodando mais rápido, o que pode usar uma porcentagem maior de bateria.

7 – Posso comprar aplicativos da Android Market no Brasil?

Sim. Desde o início de outubro, usuários brasileiros já podem fazer compra de jogos e aplicativos na Android Market por meio do serviço Google Checkout, uma espécie de PayPal que também iniciou as operações no país neste mesmo período.

8 – Acesso root. O que é isso?

É um procedimento que concede privilégios de administrador do sistema ao usuário, da mesma forma como no Linux, que permite ao usuário fazer alterações nas configurações e pastas do sistama. Existem alguns aplicativos que fazem isso com apenas um clique, mas não há garantia de que funcionem em todos os aparelhos. Com acesso root, é possível liberar funções desativadas em algumas versões do Android, como o tethering por Wi-Fi, atualizar a versão do sistema e até mesmo instalar firmwares customizados.

9 – Liberar acesso root têm riscos?

Quem usa essa técnica perde, logo de cara, a garantia do aparelho. O método de liberação do acesso root varia de acordo com o modelo, e a instalação do firmware alternativo nem sempre dá certo. Algumas funções do aparelho podem parar de funcionar. E há até relatos de smartphones que não desligam mais ou que sofrem travamentos constantes. Nesses casos, o jeito é recorrer aos fóruns da web que falam sobre root, tentar reinstalar o firmware original — o que nem sempre é possível — ou recorrer a uma assistência técnica — que também pode não resolver.

10 – Existem aplicativos que só rodam com acesso root?

Sim. Há programas cujo funcionamento depende do acesso pleno ao sistema. Alguns deles são simples, como o ShootMe, que permite obter imagens da tela chacoalhando o smartphone. Outros, como o Titanium Backup, fazem uma cópia de segurança dos aplicativos e configurações do sistema — dá até para agendar backups regulares. E há até os mais voltados para os geeks. Um exemplo é o SetCPU for Root Users, que permite acelerar e desacelerar o processamento.

Fonte: INFO Abril

Leonardo R.

Analista de TI, graduado em Internet e Redes de Computadores, apaixonado por tecnologia, música e viagens. Mountain biker por hobby, e jogador de Xbox One e alguns jogos da Blizzard nas horas vagas. Também curte fotografia, filmes, séries e web em geral.

  • Pingback: Tweets that mention Android: Perguntas & Respostas | UmTudo.com -- Topsy.com()

  • Elmir Francis

    Olá amigos, acabo de comprar o mais novo motorola, smart fone o qual já veio com ndrive gps instalado, por cortesia do pessoal da loja.Comecei a usar mas a voz só detecta e fala os radares ficando a orientação do caminho muda. Peço o favor de explicarem, passo a passo, como faço pra acionar o modo correto ou seja ,a voz também falar durante o percurso.Obrigado Elmir

  • Roni marcio

    Padrão de desbloqueio de tela. Isso está me dando dor de cabeça, pois criei um padrão e minha esposa acabou bloqueando o celular por tentar várias vezes sem saber a combinação. Agora é pedido uma conta do google, tenho duas e nenhuma delas funciona. Tenho sempre a mensagem de que o usuario e senha são invalidos.

    preciso de ajuda urgente!