Você carrega o seu celular de forma correta?

celular com pouca bateria

É verdade que as baterias são más, pois os telefones têm evoluído muito e as baterias muito pouco. E todos sabemos disso, pois geralmente quase não duram um dia inteiro de funcionamento!

Mas em parte também a culpa é nossa, porque quase sempre carregamos os nossos smartphones de forma errada. Muitos usuários têm a ideia que carregar os telefones aos poucos “vicia” e mais vale carregar quando estiver quase morto e carregar tudo de uma vez, que faz melhor à saúde da bateria.

Quem o diz é um site de uma empresa canadiana especializada em baterias, a Cadex. Esta empresa no seu site tem uma área dedicada a explicar alguns fenômenos que muitas vezes desconhecemos e que os 35 anos de experiência da empresa no ramo permitem trazer a público.

A área chama-se Universidade das Baterias e detalha, por exemplo, como as baterias de íons de lítio nos nossos smartphones são sensíveis às suas próprias versões de “stress”. E, tal como acontece com os seres humanos, o aumento de stress pode prejudicar a longevidade da própria bateria.

Se quiser ter a sua bateria todo o dia a fornecer energia ao smartphone sem qualquer problema e sem qualquer reserva para poder usar o que precisar, vai ter de mudar alguns hábitos, segundo os especialistas.

carregando celular

Desligar da energia a bateria quando esta estiver totalmente carregada!

Uma outra observação muito importante é sobre uma mania que muitos usuários têm, em deixar o smartphone ligado à energia mesmo após uma carga completa. Isso provoca uma altíssima tensão nos compostos internos desgastando os a própria bateria em si, pelo tal stress causado aos compostos químicos no interior da mesma.

Para minimizar este problema, existem carregadores mais inteligentes que, com auxílio do sensor de carga, apenas é encaminhada carga para a bateria no caso de a capacidade ser inferior a determinado valor, na maioria dos casos abaixo de 95%. Se no seu dispositivo, quando ligado continuamente ao carregador, a bateria se mantém muitas horas com 100%, então provavelmente encontra-se sob o stress descrito anteriormente.

Então não devemos carregar até aos 100% da capacidade?

De acordo com os dados dos fabricantes de baterias e com os dados recolhidos da utilização de baterias modernas que usamos nos smartphones, as baterias de íons de lítio não precisam de ser totalmente carregadas. Aliás, nem é recomendado fazê-lo. Na verdade, é melhor não carregar totalmente, porque manter a bateria em alta tensão nos 100% (que é o que acontece na maioria das vezes quando colocamos os dispositivos a carregar) cria um stress desnecessário.

Parece contraditório? Sim, de fato parece, então se estamos a tentar manter o nosso smartphone carregado para um dia, não o devemos carregar totalmente e usar até acabar? Afinal parece que o melhor é carregar sempre que possamos, aos poucos, à medida que tenhamos uma tomada à disposição.

“Li-ion does not need to be fully charged as is the case with lead acid, nor is it desirable to do so. In fact, it is better not to fully charge because a high voltage stresses the battery. Choosing a lower voltage threshold, or eliminating the saturation charge altogether, prolongs battery life but this reduces the runtime. To achieve maximum runtimes, most chargers for consumer products go for maximum capacity; extended service life is perceived less important.”

Baterias Li-ion não precisam de ser totalmente carregada, como é o caso com ácido e chumbo, nem é desejável fazê-lo. Na verdade, é melhor não carregar totalmente, porque uma alta tensão salienta a bateria. A escolha de um limiar inferior de tensão, ou eliminar a carga de saturação por completo, prolonga a vida da bateria, mas isso reduz o tempo de execução. Para alcançar tempos de execução máximo, a maioria dos carregadores para produtos de consumo vão para uma capacidade máxima; vida útil prolongada é percebida menos importante.

bateria externa

Ligue o telefone à energia sempre que puder

Parece que afinal as baterias dos smartphones são mais felizes se forem carregadas ao poucos do que carregadas até à carga máxima. São mais felizes se forem carregadas ainda com pouca energia do que quando estão sem carga nenhuma.

O ideal, segundo se pode ler nos estudos da Universidade da Bateria, é que o melhor cenário para aumentar a longevidade da bateria seria carregar quando esta perde 10% da sua carga. Obviamente que isso não é possível nem prático, assim, a sugestão é que a carregue sempre que possa. Está correcto carregar várias vezes ao dia.

Esse comportamento não só otimiza o desempenho da bateria como também dá ao seu smartphone energia para ser usado muito mais tempo. Faz sentido!

Mas há mais. O fato de carregar várias vezes ao dia permite-lhe usar recursos que consomem mais a energia das baterias, como o GPS e todas os aplicativos que fazem uso de localização. A antena do GPS é a campeã a drenar as baterias e se tiver o hábito de carregar em pequenos períodos por dia, pode usar o GPS porque vai conseguir recarregar a carga que acabou de perder.

Leonardo R.

Analista de TI, graduado em Internet e Redes de Computadores, apaixonado por tecnologia, música e viagens. Mountain biker por hobby, e jogador de Xbox One e alguns jogos da Blizzard nas horas vagas. Também curte fotografia, filmes, séries e web em geral.