Aplicativo Plex for Android de graça. CORRE!

O Plex, um dos melhores aplicativos para organização e reprodução de mídia (filmes, fotos ou músicas) em dispositivos Android está de graça no Google Play, a loja de aplicativos do Google. E se eu fosse você iria correndo baixar o seu!

Plex

Em conjunto com Plex Media Server – disponível gratuitamente para Windows, Mac, Linux – você pode assistir aos vídeos do seu computador onde quer que esteja, no seu tablet, smartphone ou Chromecast. E você ainda pode fazer transmissões até mesmo via Internet se você tiver uma boa conexão em ambos os lados.

Com ele você pode começar seu filme em seu PC, interromper o vídeo, e continuar do mesmo ponto onde você parou em seu smartphone ou tablet. Fantástico!

Aproveite agora mesmo e faça download do Plex no Google Play!

Leia Mais

Como ativar tema Dark (escuro) do OS X Yosemite

Alguns desenvolvedores e/ou usuários comuns já estão experimentando o beta da nova versão do OS X apresentada na última WWDC, o Yosemite, que trará bastantes modificações visuais e melhorias para o sistema operacional da Apple.

E neste último beta disponibilizado já permite alterar o tema do sistema, deixando com uma aparência mais escura, o chamado Dark Theme. Veja na imagem:

yosemite-dark-theme

Porém, por enquanto só é possível habilita-lo via Terminal. Mas é bem simples, basta executar o comando abaixo:

sudo defaults write /Library/Preferences/.GlobalPreferences AppleInterfaceTheme Dark

Caso queira retornar ao padrão do OS X, basta alterar a última palavra do comando para “Light

Leia Mais

Melhore a performance do Chrome para Android

Google Chrome

O Chrome se tornou o browser padrão do Android há algum tempo, mas mesmo com suas constantes atualizações, trazendo recursos e melhorias da versão desktop, muitos usuários – principalmente de aparelhos de entrada, com pouca memória RAM – ainda reclamam de lentidão no navegador, principalmente durante o processo de rolar as páginas da web.

Mas uma dica divulgada recentemente por um editor da Reddit pode ser a solução desse problema, o qual ainda não havia sido percebido por mim até pelo fato de ter migrado do iOS para o Android recentemente.

Segundo o editor, basta alterar uma configuração padrão do aplicativo para fazer com que o Chrome seja executado sem travamentos, uma vez que ele passará a alocar mais memória RAM do aparelho para o navegador e tornar a velocidade de rolagem bem melhor.

Caso queira testar, basta seguir o procedimento abaixo:

  • Abra o navegador e digite chrome://flags na barra de endereços;
  • Role a página até pouco abaixo da metade e localize o item Máxima divisão da imagem para área de interesse (vide imagem abaixo)
  • Altere o valor Padrão para 512
  • Clique em Reiniciar agora para confirmar a alteração.

Obs.: Caso você perceba que seu aparelho ficou lento depois dessa alteração, experimente outros valores para diminuir a quantidade de memória alocada. Assim você poderá continuar a utilizar vários aplicativos abertos simultaneamente.

Ajuste velocidade Chrome Android

Em caso de algum problema, basta voltar ao ajuste padrão.

Mesmo tendo dito que ainda não havia percebido o problema, depois da alteração eu notei uma pequena melhora no meu Nexus 5.  E você, percebeu alguma mudança após esse procedimento?

Leia Mais

Resolvendo problemas com a fonte do MacBook Pro

Pouca gente tem conhecimento de que a fonte do MacBook Pro, chamada de MagSafe, não é um simples carregador de bateria para os notebooks da Apple, tal como equipamentos de outros fabricantes. O MagSafe é uma fonte inteligente e que possui diversas funcionalidades de segurança para seu equipamento em casos de problemas elétricos como curtos ou quedas bruscas de energia. Caso queira saber mais sobre o MagSafe, veja na Wikipedia.

Apple MagSafe 60 W

E em casos de quedas de energia, ela pode deixar de funcionar e/ou não conseguir carregar a bateria do seu MacBook. Tudo isso para evitar danos ainda maiores, como queimar a placa lógica do seu portátil.

Se isso acontecer, antes de se desesperar, tente executar o procedimento abaixo, que pode fazer com que sua fonte volte a funcionar:

  • Com o MagSafe desconectado, pressione e segure o botão Power.
  • Mantenha o botão pressionado e conecte o conector da fonte e e aguarde 10 segundos.
  • Solte agora o botão Power e aguarde alguns instantes.
  • Agore pressione novamente o botão para ligar o seu MacBook.

Se tudo correr bem, sua fonte deve voltar a funcionar normalmente. E eu espero que isso realmente aconteça. Caso contrário é pensar em comprar uma nova e desenbolsar alguns bons trocados.

Leia Mais

Ocultar hora da última conexão no WhatApp no Android

Até ontem, usuários de smartphones com Android que faziam uso do mensageiro instantâneo WhatsApp não tinham uma opção nativa do aplicativo para ocultar o horário da última conexão para seus contatos. Era necessário usar aplicativos de terceiro, que rodavam em backgroud no seu aparelho. Uma m*rda, convenhamos.

Mas desde ontem, 10 de março, uma atualização oficial do WhatsApp foi liberada com essa novidade, e algumas outras funções para câmera (que agora recebeu um widget para compartilhamento rápido de imagens ou vídeos) e possibilidade de você poder pagar o serviço do aplicativo para algum amigo ou familiar. Dentre outras coisas, é claro.

Vamos ao que interessa, veja os passos necessários para esconder nossa última conexão no Android:

Ocultar última vez online no WhatsApp

1. Abra o aplicativo e clique em Configurações;
2. Em seguida, clique em Informações da conta e depois em Privacidade (esta opção não existia até então);
3. Neste menu, você poderá definir quem poderá ver suas informações pessoais tais como última vez online, sua foto e seu status.
4. Para alterar, basta clicar em qualquer uma das opções e definir quem poderá ver: todos, apenas seus contatos ou ninguém.

Leia Mais

Aumentando a performance do Nexus 5

O LG Nexus 5, um dos maiores lançamentos em smartphones dos últimos meses, é um aparelho que estou curtindo muito, depois de 5 anos de uso de várias gerações de iPhones (e inclusive estou devendo um artigo aqui explicando o motivo da mudança e as minhas impressões iniciais). E apesar de já ser muito rápido, graças ao Snapdragon 800, seu processador quad-core Krait 400 que chega aos 2,3 GHz!

nexus 5

Mesmo já sendo bem rápido, ainda é possível otimizar mais ainda sua capacidade de processamento, usando a máquina virtual ART, que em breve substituirá o Dalvik. Vale lembrar que essa função ainda está em fase de testes, e alguns aplicativos podem apresentar problemas. Podem, não quer dizer que irão apresentar problemas ok?

Antes de mais nada, é preciso habilitar as Opções do desenvolvedor no seu Android KitKat. Para isso, vá em Configurações > Sobre o telefone e toque repetidas vezes sobre a informação do Número da versão. Uma mensagem será apresentada na tela informando que você agora têm acesso às opções do desenvolvedor. Use com cuidado ok?

Agora, acesse o menu Opções do desenvolvedor, presente nas opções de configurações do seu Android:

desenvolvedor

Em seguida, clique na opção “Selecionar tempo de execução” e escolha o ART como padrão.

art

Seu aparelho será reiniciado e fará uma pequena atualização em todos seus aplicativos instados para que eles sejam executados pela nova máquina virtual.

Mas o que isso muda?

A principal diferença do ART em relação ao Dalvik é que agora seus aplicativos serão compilados antes de sua execução, o que faz com que seu tempo de inicialização seja reduzido pela metade, reduzindo até mesmo o consumo de bateria uma vez que seu aplicativo não precisará ser compilado enquanto é executado.

Comparação na prática:

Leia Mais

5 dicas para calibrar a bateria de seu iPhone e melhorar sua duração

bateria

Não é raro ver/ouvir reclamações a respeito de duração de bateria nos smartphones mais modernos, principalmente se tratando de iPhones. Os smartphones estão por todos os lados há anos e os usuários ainda querem que suas baterias se comportem como os antigos Nokia 5125, onde você recarregava uma vez por semana. Sinceramente não entendo isso.

A própria Apple nos recomenda executar mensalmente uma calibragem na bateria de nossos equipamentos, e isso vale também para iPad ou iPod touch, para compensar os desequilíbrios na bateria devido ao uso, e que muitas vezes nos dá informação errada na tela do aparelho. Eu mesmo, recentemente, tinha meu iPhone 5 desligado quando a bateria me mostrava 20% de carga restante. Muito estranho, não acha?

O lado ruim de executar esse processo é ficar algumas horas (16 horas) sem usar o aparelho. Mas acredite, valerá a pena, pois há uma diferença de 3% a 4% entre o valor real e a carga fictícia exibida em seu celular. E esta diferença aumenta com cada ciclo de carga completa. Portanto, é aconselhável para continuar esse processo para que não haja tal lacuna.

battery low

Se isso não for problema para você, siga os passos abaixo para calibrar a bateria do seu iPhone:

  1. Carregue a bateria do seu iPhone completamente (100%);
  2. Use seu aparelho até que a bateria se esgote e dispositivo desligue sozinho;
  3. Deixe-o desligado durante 6 a 8 horas;
  4. Faz uma carga de bateria agora por 6-8h. É aconselhável não utilizar o iPhone nesta etapa para uma calibração mais precisa;
  5. Agora que seu aparelho está com 100% de bateria, reinicie o dispositivo segurando os botões home + power.

Após esse processo você pode voltar a usar o smartphone normalmente. Espero que isso possa resolver algum tipo de problema em sua bateria e lhe dê um pouco mais de duração, mas não espere milagres como eu disse no primeiro parágrafo.

Eu fiz o teste recentemente e notei uma pequena melhoria, apesar de já ser um aparelho com 1 ano de uso. Talvez, se você possuir um aparelho mais novo e realizar esse procedimento mensalmente você possa ter um resultado melhor.

Via MacBlend;

Leia Mais