Consumo de memória no Mac OS X após upgrade de memória RAM

Recentemente fiz um upgrade de memória RAM no meu MacBook Pro, trocando um par de pentes de memória Kingston com 4GB cada, por um kit Corsair Vengeance 16GB. É o segundo upgrade que faço já que originalmente o meu portátil é vendido com 4GB de RAM, e agora tenho 4x mais memória que o modelo original.

Para quem nunca trocou memória de um MacBook ou MacBook Pro, o processo é bem simples, tal como de um notebook qualquer. Basta retirar alguns parafusos usando um conjunto de chaves de relojoeiro (aquelas bem finas), remover a tampa e substituir os pentes de memória. Feito isso, basta fechar novamente o seu equipamento e ligar.

kit memoria corsair
Foto: Mikey V. no Flickr

A primeira impressão que eu tive após a instalação das novas memórias é que o tempo de boot não teve uma mudança significativa – praticamente imperceptível – até que o momento em que o wallpaper é exibido. A partir daí já senti uma grande diferença, pois em um tempo bem curto todos os ícones da barra de menus apareceram rapidamente e eu pude iniciar o uso do sistema operacional em um tempo menor. Excelente!

O MacBook ficou bem melhor, mais rápido. Por alguns instantes até parecia estar com um equipamento novo, mas com um sistema operacional e aplicativos restaurados de um backup anterior do Time Machine. Mas isso durou pouco tempo, pois eu já sabia que o gerenciamento de memória do Mountain Lion deixava a desejar, mesmo a Apple dizendo que 4GB seriam suficientes para essa versão.

Tudo bem que com mais Memória RAM o número de aplicativos abertos simultaneamente é bem maior e você pode trabalhar de forma mais eficaz, mas a partir de um certo ponto, tal como eu sentia antes do upgrade de memória, o meu Mountain Lion parecia estar consumindo bem mais memória. Eu pude notar isso pois tenho um aplicativo que exibe a quantidade de memória livre na barra de menus e com 8GB ficava com cerca de 2GB livres (com meus aplicativos de costume abertos – e dependendo, caso estivesse apenas com algum jogo aberto e os aplicativos fechados esse valor caía para menos de 1GB) e agora com o dobro de memória, o valor estava entre 5 e 6GB de memória RAM livre.

Sinceramente fiquei chateado com isso, e um pouco ansioso com o anúncio do OS X Mavericks – a nova atualização do OS X que deve ser lançado em setembro ou outubro – que promete trazer um novo gerenciamento de uso de memória e processamento. Mas enquanto isso eu precisava encontrar uma maneira de reduzir ou otimizar o consumo de memória. E com algumas buscas na web encontrei muitos usuários se queixando do mesmo problema.

Uma das soluções encontradas, e que após executada aqui me deu um melhor desempenho no OS X foi a utilização do aplicativo OnyX, um utilitário gratuito para diversas versões do sistema operacional da Apple (desde o Jaguar 10.2 até o Mountain Lion 10.8). Após fazer o download e instalar, processo bem rápido já que o arquivo não possui mais do que 20MB, o aplicativo faz uma verificação da estrutura do seu disco antes de continuar – e para esse processo ele tenta fechar todos seus aplicativos abertos.

Executado esse processo ele fica disponível para uso:

OnyX

O que eu fiz e recomendo para que seu OS X seja otimizado e melhore o consumo de memória foi executar as opções marcadas na guia Automation do OnyX, que fará um reparo nas permissões de seus arquivos, limpeza de cache de sistema e usuário e ainda irá eliminar alguns arquivos inúteis do seu disco:

OnyX

Particularmente eu pude notar uma melhora significativa no Mountain Lion, o sistema parece estar um pouco mais leve e a quantidade de memória livre agora fica em torno de 9GB (neste momento em que escrevo o artigo estou com o Google Chrome aberto com 4 abas, Transmission, iTunes, Skype e iMessage aberto). Não está perfeito mas a gostei das melhorias e recomendo a todos que enfrentam esse problema realizarem esse procedimento de tempos em tempos.

Leonardo R.

Analista de TI, graduado em Internet e Redes de Computadores, apaixonado por tecnologia, música e viagens. Mountain biker por hobby, e jogador de Xbox One e alguns jogos da Blizzard nas horas vagas. Também curte fotografia, filmes, séries e web em geral.