Curiosidades Sobre o Filme Avatar

Avatar

Avatar, do famoso diretor James Cameron, já se tornou o filme mais caro do mundo já produzido.

O filme vêm recebendo um grande número de elogios, principalmente pelo roteiro e toda tecnologia 3D e efeitos CGI. Além disso, o longa metragem já está em 26º no ranking do IMDB, sendo um dos filmes mais cotados de todos os tempos.

Uma das coisas que me fascinam no filme, é o uso de uma tecnologia de filmagem diretamente em 3D, chamada 3D Fusion. A técnica exige um enorme poder de processamento e além disso, muito espaço em disco para armazenar tudo.

E falando em armazenamento, Avatar ocupa mais de 1 Petabyte (1 Petabyte (PB) = 1 024 TB) de espaço em disco, o equivalente a 500 discos rígidos de 2 TB cada. Pra você ter idéia, com um disco desses de 1 PB, você poderia lotá-lo de arquivos em MP3 e ouvir, sem repetição alguma, durante 32 anos.

A renderização do filme foi realizada com um grande núcleo de computadores – 34 racks, cada um com quatro chassis de 32 máquinas de cada um – acrescenta-se a cerca de 40.000 transformadores e 104 terabytes de memória RAM.

Leonardo R.

Analista de TI, graduado em Internet e Redes de Computadores, apaixonado por tecnologia, música e viagens. Mountain biker por hobby, e jogador de Xbox One e alguns jogos da Blizzard nas horas vagas. Também curte fotografia, filmes, séries e web em geral.