Imposto Justo Para Videogames

CAMPANHA IMPOSTO JUSTO PARA VIDEOGAMES

A campanha IMPOSTO JUSTO PARA VIDEO GAMES, que foi anunciada oficialmente no evento GameWorld, têm o objetivo de forçar a aprovação do projeto de lei 300/07, apresentado em 2007 pelo então deputado Carlito Merrs (PT-SC), através da pressão organizada dos brasileiros.

Se for aprovado, os videogames vão ficar bem mais baratos. O problema é que desde 2008 ele está parado na Comissão de Finanças do Senado. O relator é o deputado Antonio Palocci (PT-SP).

Mas porquê isso?

O Brasil representa apenas 0,5% da indústria mundial de videogames (o México, muito menor que o Brasil, já chegou aos 2%), devido aos altos impostos que fazem consoles e jogos custarem até o triplo do que custam nos Estados Unidos. Com isso, além do incentivo à pirataria, prejudicam o consumidor e varejistas, estudantes de desenvolvimento e design de games,  desestimulam investimento nas tecnologias de ponta (juntamente com o fato das grandes empresas de games investirem no país), necessárias para o desenvolvimento de games no Brasil.

O Brasil com 195 milhões de habitantes, dos quais mais da metade são jovens, é o mercado com maior potencial para crescimento, neste momento, no universo dos games. Mas para isso, precisamos fazer nossa parte cobrando a diminuição dos impostos sobre games.

Através de um abaixo assinado e de uma campanha online, poderá levar a campanha à Brasília fazendo com que a voz de milhões de gamers e do mercado organizado de videogames seja ouvida. Faça sua parte! Entre nesta corrente já e divulgue para seus amigos.

Acesse o site, cadastre-se, envie seus dados, e, principalmente, divulgue.
www.impostojustoparavideogames.com.br

Leonardo R.

Analista de TI, graduado em Internet e Redes de Computadores, apaixonado por tecnologia, música e viagens. Mountain biker por hobby, e jogador de Xbox One e alguns jogos da Blizzard nas horas vagas. Também curte fotografia, filmes, séries e web em geral.