Mulher processa companhia aérea

Você deve estar se imaginando que o processo seria ? respeito de atendimento ruim, atrasos nos vôos, etc., acertei?

Mas não foi bem isso..

A americana Centava Dozier, do Estado do Texas, apresentou uma ação judicial contra a companhia aérea American Airlines. Ela quer uma indenização de US$ 200 mil porque um passsageiro se masturbou ao seu lado, ejaculando em seus cabelos em seguida. A jovem, de 21 anos, estava indo a Los Angeles para visitar amigos e a família. De acordo com os documentos do processo, ela teria sentado em um lugar da aeronave cuja poltrona vizinha estava vazia e adormecido em seguida.

Quando acordou, ela teria encontrado uma substância estranha em seu cabelo e um homem se masturbando ao seu lado.

Ela teria, então, chamado a equipe de bordo e pedido ao homem que ele retornasse ao seu lugar. Mas, segundo ela, a equipe de bordo não teria tomado nenhuma atitude a respeito do masturbador. A companhia aérea alega que as medidas adequadas para a situação foram tomadas e que o homem foi detido quando o avião aterrissou.

Para a sorte(?) da moça, a companhia não era holandesa.

Leonardo R.

Analista de TI, graduado em Internet e Redes de Computadores, apaixonado por tecnologia, música e viagens. Mountain biker por hobby, e jogador de Xbox One e alguns jogos da Blizzard nas horas vagas. Também curte fotografia, filmes, séries e web em geral.