Os 15 Anos do Tetra!

Não se lembra o que aconteceu neste dia? Pois bem, 24 anos depois da conquista do Tri no México, a seleção canarinho volta a uma final de mundial contra a Azurra e consagra-se como a primeira seleção tetracampeã do mundo! De quebra o Zagallo torna-se o único homem a ser tetracampeão mundial (sim, ele esteve em 58, 62, 70, 94), e se não fossem os franceses, hoje o velho seria penta!

copa

Não vou aqui falar das eliminatórias, apertadas, com classificação garantida somente na última rodada, para que o post não fique demasiadamente longo.

O grupo do Brasil na copa era: Brasil, Rússia, Camarões e Suécia. Olhando assim, 3 vitórias fáceis! Mas não foi bem assim que aconteceu. A mídia falava que a seleção era muito defensiva, retranqueira. Muitos reclamavam “para Parreira 1×0 é resultado”. Zagallo defendia-se dizendo que preferia ganhar jogando feio do que perder jogando bonito.

Sem mostrar um futebol atraente, a seleção conseguiu vencer dois de seus primeiros jogos. O promeiro, contra a Rússia, 2×0. Com o time “se acostumando” com a copa. O segundo jogo foi mais fácil, Brasil jogou melhor e derrotou Camarões por 3×0. O terceiro jogo, a Suécia sai na frente. Depois do gol, o time sueco passou apenas a se defender, dificultando a vida da limitada seleção canarinho. No início do segundo tempo o Brasil balança as redes com Romário, 1×1, seria esse o resultado final do jogo e o Brasil se garante como primeiro colocado do grupo.

Os hermanos tiveram um “pequeno” problema, Dieguito Maradonna foi pego no anti-dopping (rá!) após a vitória sobre a Nigéria. Diego dava adeus para a terra do Tio Sam ali mesmo, e a Argentina logo depois.

04/07 – Independência dos EUA. Oitavas de final. Confronto? Brasil x EUA!
Que jogo difícil! EUA chegavam ao ataque, Brasil não conseguia acertao o alvo, Bebeto manda um voleio que passa perto e Romário acerta a trave!
Leonardo foi expulso após acertar cotovelada no jogador norte-americano. Aquele lá nunca mais puxou a camisa de ninguém daquele jeito!

No segundo tempo o Brasil continuava a perder gols, o baixinho chegou a driblar o goleiro, mas concluiu para fora. Depois disso, Romário recebe a bola pouco depois do meio-campo, na corrida deixa dois para trás e da um passe açucarado para Bebeto, que bate de primeira e coloca no canto do goleiro! Brasil 1×0, as quartas vem aí!
Os hermanitos levaram 3×2 da Romênia e deram bye bye ao mundial.

Quartas de final, Brasil x Holanda
Sem dúvida o melhor jogo do Brasil no mundial. Após acabar com o sonho dos EUA em pleno 4th of July o Brasil enfrenta a boa seleção holandesa, que havia derrotado a Irlanda nas oitavas e contava com talentos como Overmars, um dos destaques da Copa, Bergkamp e Rijkaard.

Leonardo, expulso, não poderia jogar. Branco estava no time titular. Brasil e Holanda sempre fazem bons jogos (fariam um excelente jogo 4 anos depois, na França), e esse não foi diferente, um jogo aberto e com várias possibilidades de gol. Aos 45 da primeira etapa o Brasil chega bem ao ataque, com boa troca de passes, porém faltou o último toque e a bola sai pela linha de fundo.

No segundo tempo nossa seleção abre o marcador em um excelente contra-ataque, Aldair intercepta um cruzamento e faz o lançamento para Bebeto, na lateral esquerda, o atacante chega dentro da grande área e cruza para Romário, que manda de primeira para o fundo das redes dos holandeses.

Em outro lindo contra-ataque, dessa vez pela direita, Jorginho lança Bebeto, o atacante chuta rasteiro e a bola belisca o pé da trava e sai para a linha de fundo. O Brasil pressionava a seleção laranja!

Em uma bobeira da zaga da Holanda a bola sobra com Bebeto, que passa pelo goleiro e aumenta o marcador, 2×0 Brasil! Na comemoração Bebeto balança os braços em homenagem ao filho bebê. Vaga garantida, certo? Nops! Bergkamp diminui para a Holanda.
O time holandês pressiona e chega ao gol de empate depois de uma cobrança de escanteio, era a água no chopp canarinho.
Lembra do Branco? Pois é, entrou no lugar do Leonardo e decidiu a partida. Depois de fazer falta em Overmars, falta esta que o juiz não marcou, levou uma pancada na intermediária holandesa. O resultado do chute todos já sabem, que cobrança! Brasil 3×2 e vaga na semi!

Semi-final, Brasil x Suécia
A pedra no sapato do Brasil está de volta. Depois de um jogo sofrível na primeira fase, os suecos novamente cruzam o caminho brasileiro.
O Brasil pressiona o jogo inteiro, e a Suécia se defende o jogo inteiro. Parreira disse que foi o jogo mais fácil da copa. Goleada no final? Nops! 1×0 para Parreira é goleada!
Brasil e Itália na final, 24 anos depois da copa no México!

Final, Brasil x Itália
No estádio Rose Bowl, na belíssima Pasadena (CA), sairia o primeiro tetracampeão mundial de futebol. Brasil e Itália eram tricampeões.

Dois times na defesa, jogo sem muitas chances de gol. Nada perto da emoção de Brasil x Holanda. Uma das cenas mais marcantes foi o chute de Mauro Silva. De fora da área o jogador brasileiro arrisca o chute, o goleiro italiano Pagliuca tenta segurar a bola mas ela escapa, toca a trave e volta para as mãos do goleiro! O árbitro encerra o jogo aos 45 do segundo tempo. Viria a prorrogação. Primeiro tempo passa e nada de rede balançando. No segundo tempo da prorrogação o Romário perdeu um gol praticamente feito, em baixo das traves da italianas, após finalizar para fora um cruzamento que veio rasteiro.
Aos 16 minutos da segunda etapa da prorrogação o juiz apita, final de jogo e vamos para os pênaltis!

Itália começa com Baresi desperdiçando. É a vez do Brasil iniciar e Márcio Santos também perde! 0x0! Albertini, Romário, Evani e Branco convertem. Massaro bate e Taffarel faz a defesa, Brasil em vantagem! Dunga bate e coloca o Brasil a frente da Itália! É chegada a vez do craque italiano Roberto Baggio, se ele perder o Brasil é campeão. “Partiu, bateu, cabooooooooo caboooooooooo, é tetraaaaaaaaaaa é tetraaaaaaaaaaaa”

tetra

E Romário eleito melhor jogador da copa.

Vitor Finatto

Um cara chato e ranzinza, natural de Toledo (PR). Morou em Goiânia durante 10 anos e hoje vive nos EUA.

  • Muito legal o post. Lembro-me vagamente, corrija se eu estiver enganado, mas o jogo contra os EUA no 4 de julho era uma sexta no fim da tarde, certo?
    Ah, o 4th of july doeu as vistas, hehehe, mas ficou legal.
    Isso aí

  • Ih ae tu me pegou, não lembro o horário do jogo heheheh
    abs

  • Nuno Leal

    Pena que futebol é tudo combinado, é uma verdadeira farsa. É um jogo de marketing.