Salvação para usuários BrT do Paraná

A Brasil Telecom, deixou na mão milhares de assinantes do provedor ADSL Residencial, cortando a autenticação à seus serviços de Internet. Os usuários tiveram que passar pelo transtorno de precisar assinar outro provedor de uma hora para outra.

Para os usuários de ADSL no Paraná (até agora único estado) há uma alternativa: uma liminar que garante o acesso a Internet sem o uso provedor. Basta ligar para a Brasil Telecom no 10314, aguardar uns 30 minutos e solicitar o cadastro de usuário que dispensa provedor.

Depois de cadastrado, basta acessar alterar no seu modem ou discador para usuário e senha conforme modelo a seguir:

Usuário: 41xxxxxxxx@adsl.brt.net.br (onde xxxxxxxx deve ser trocado pelo seu DDD e número de telefone)
Senha: número do contrato (informado na conta telefônica)

Aos que não tiveram essa sorte, ou seja, não são clientes do Paraná, podem conferir as senhas gratuitas disponibilizadas gratuita e diariamente pelos leitores do blog clicando aqui.

Nota dos administradores:

Nosso muito obrigado aos leitores do blog que sempre nos deixam informados sobre essa situação triste criada pela Brasil Telecom. As senhas de testes nos passadas diariamente estão fazendo a alegria da galera, o que nos deixa contentes também, por tabela, por saber que estamos ajudando de alguma forma.

Fonte: Blog do Vicente.

Leonardo R.

Analista de TI, graduado em Internet e Redes de Computadores, apaixonado por tecnologia, música e viagens. Mountain biker por hobby, e jogador de Xbox One e alguns jogos da Blizzard nas horas vagas. Também curte fotografia, filmes, séries e web em geral.

  • Brust

    Meu muito obrigado aos administradores por fornecer esse espaço para nós, e aos usuários por ajudarem com o fornecimento das senhas e dicas.

    Nos unindo, somos mais fortes!

    Abraço!

  • A dica para não ficar muito tempo esperando no 103 14 é não ligar nos horários óbvios, naqueles em que “todo mundo” liga porque está em casa (a noite, domingo). Outra dica é ligar de um celular, colocar ele no carregador e na tomada e deixar no viva voz até alguém atender, assim você não precisa ficar pendurado.

  • A situação “triste” não foi criada pela Brasil Telecom. Se você estudar bem o caso vai descobrir que o dono da ZipLine (ADSL Residencial) é um caloteiro mesmo e agiu de má fé. Tanto BrT quanto clientes são vítimas.

  • Outro detalhe é que essa autenticação definitiva para os clientes do Paraná só funciona 10 dias após o cadastro.

  • Eduardo Cassou

    Prezado, tem uma decisão da Justiça Federal da Comarca de Umuarama-Pr que obriga a BrT a autenticar o sinal. Recomendo que usem isso como argumento, senão eles irão enrolar até nunca… rs. Abraço

  • BRT é complicado mesmo. Eu utilizo e recomendo a GVT, mais estável, mais barata, tem atendimento ao cliente decente e não precisa de provedor, eles tem o serviço de autenticação por padrão já. Claro que somente para os estados que tem GVT.

  • GVT pra mim tem a melhor conexão, mas infelizmente ainda não disponibilizaram o serviço de internet pra minha região. Estou anciosamente aguardando isso..

  • Brust

    Alguém recebeu alguma explicação sobre por quê precisamos aguardar 10 dias para funcionar a senha definitiva no PR?

    Bem sem noção isso…

  • Itamar

    Provavelmente a BRT está protelando propositadamente a ativação da autenticação. Isto caracterica um descumprimento da decisão judicial e enseja multa diária de R$ 10.000,00 por dia. No entanto é necessário comunicar o juízo no processo, através do Ministério Público Federal. A ação em trâmite na Justiça Federal de Curitiba é Ação Civil Pública n. 2008.70.00.002073-5/PR. O link para consulta da ação é:

    http://www.jfpr.gov.br/consulta/acompanhamento/resultado_pesquisa.php?selForma=NU&txtValor=200870000020735&chkMostrarBaixados=&todasfases=&todosvalores=&todaspartes=&txtDataFase=&selOrigem=PR&sistema=&hdnRefId=&txtPalavraGerada=

    Alguém mencionou também um ação na vara federal de Umuarama. Alguém tem o número?

  • olmiro

    BOM DIA! hoje 05/09/08 – Alguém ja tem a senha!

  • Itamar

    Galera, a minha autenticação pela BRT começou a funcionar, no sexto dia útil após o cadastramento. Coincidentemente ou não, já havia registrado reclamação na ANATEL (www.anatel.gov.br) no quarto dia útil, citando a liminar inclusive.

    ***********************************************

    06/09/2008
    User: testeturbo
    Senha: 88729199

  • Daniel

    Eu liguei lah e a moça faça falo q vai funciona em no maximo 3 dias utei.. mais q é apenas um liminar e q pode cair a qualquer momento…

  • Rafael

    Isso ainda continua valendo?

  • Obrigado pelas informações… Continua valendo sim @Rafael, acabei de solicitar essa configuração enquanto lia o POST… Mais uma vez obrigado!

    Pagar provedor só pra autenticar NUNCA MAIS!

    Abraços!

  • ex-supervisor técnico suporte ADSL Site Curitiba.

    ouvi falar sobre tal processo e fiz como tal.
    nem sabia q tinha de fazer o tal cadastro. na verdade o tal cadastro acredito que seja um pretexto para que eles tenham um banco de dados para em tal momento desativar a autenticação para conseguir vender o provedor…

    fiz o descrito para autenticar sem nenhum processo de autenticação e funcionou normalmente… até hj sem problemas…

    no sistema deles (CLARIFY) não existe nenhuma forma de filtro para processo de autenticação junto ao DSLAM e nenhuma forma de controle no nivel mais alto de rede (backbone), portanto a quem se sujeitar a este “cadastro” está se condenando a cortarem de forma intermitente a autenticação.
    Uma liminar ou ato de execução judicial não pode e nem deve ser cumprido como excessão. portanto tal cadastro que impõem a ser realizado é na verdade tecnicamente sem sentido, reafirmando q apenas serve para marcar os usuários que se utilizam deste meio para autenticar sem pagar.

  • Guilherme Galante

    Hoje durante a tarde a liminar foi caçada e não podemos mais nos cadastrar pelo provedor gratuito.

    Temos que revidar

  • Lei 16400 – 10 de Fevereiro de 2010

    Publicado no Acessar Diário Oficial nº. 8158 de 10 de Fevereiro de 2010

    Súmula: Dispõe que, no âmbito do Estado do Paraná, as empre­sas prestadoras de serviço de acesso à internet via banda larga, ficam proibidas de exigir a contra­tação de provedor de conteúdo como condição ao acesso à internet.

    A Assembléia Legislativa do Estado do Paraná decretou e eu sanciono a seguinte lei:

    Art. 1º. No âmbito do Estado do Paraná, as empre­sas prestadoras de serviço de acesso à internet via banda larga ficam terminantemente proibidas de exigir a contra­tação de provedor de conteúdo como condição ao acesso à internet.

    Parágrafo único. As empresas a que se refere o caput deste artigo deverão informar aos consumidores sobre o caráter opcio­nal da contratação do serviço de provedor de conteúdo.

    Art. 2º. Esta lei entrará em vigor da data de sua publicação.

    PALÁCIO DO GOVERNO EM CURITIBA, em 10 de fevereiro de 2010.

    Roberto Requião
    Governador do Estado

    Jair Ramos Braga
    Secretário de Estado da Justiça e da Cidadania

    Rafael Iatauro
    Chefe da Casa Civil

    Jonas Guimarães
    Deputado Estadual